Braga, quarta-feira

Warner Bros lançará "Matrix 4", "Dune" e todos os filmes em streaming em 2021

Diversos

04 Dezembro 2020

Lusa

A Warner Bros anunciou quinta-feira que todos os lançamentos dos seus filmes nos EUA em 2021, incluindo os altamente esperados "Matrix 4" e "Dune", serão lançados na sua plataforma de vídeo HBO Max, ao mesmo tempo que nos cinemas.

"Vivemos tempos sem precedentes, que exigem criatividade para encontrar soluções", disse a CEO da Warner Bros, Ann Sarnoff, ao anunciar a decisão, que deverá abranger, pelo menos, 17 títulos no próximo ano, incluindo um "prequel" inspirado na série "Sopranos" e uma sequela do filme "Suicide Squad" do super-heróis DC.
 

A decisão aplica-se apenas aos Estados Unidos, uma vez que o serviço HBO Max não está, nesta fase, disponível noutros países, pelo que o catálogo da Warner Bros será normalmente lançado nas salas de cinema no próximo ano.
 

Em meados de novembro, a Warner já tinha anunciado que "Wonder Woman 1984" seria lançado nos Estados Unidos simultaneamente nos cinemas e na HBO Max, no dia de Natal, numa tentativa de compensar o impacto da pandemia que abalou Hollywood e o calendário do blockbuster.
 

"Ninguém quer voltar a ver filmes no grande ecrã mais do que nós. Sabemos que os novos conteúdos dão vida às exibições de filmes, mas temos de ter em conta o facto de que a maioria das salas de cinema nos Estados Unidos irão provavelmente funcionar com capacidade reduzida ao longo de 2021", argumentou Sarnoff num comunicado.
 

Tradicionalmente, as grandes produções de Hollywood só são exibidas nas salas de cinema durante 90 dias antes de serem lançadas noutros formatos. Mas o encerramento dos cinemas em muitas partes dos EUA, incluindo Nova Iorque e Los Angeles, forçou os distribuidores a encontrar soluções de recurso.
 

Sob este modelo comercial híbrido, anunciado pela Warner Bros., novos filmes estarão disponíveis na HBO Max a partir do dia do seu lançamento nos cinemas nos Estados Unidos, e por um período de um mês.
 

Os grandes estúdios de Hollywood procuram desesperadamente ideias para se adaptarem à pandemia de Covid-19, que está a ter um forte impacto financeiro na indústria.
 

A Warner tinha lançado "Tenet" nos cinemas este Verão, mas teve de se contentar com uma bilheteira americana esgotada.
 

Outros começaram também a adiar parte da sua aposta no streaming, como a Disney, que lançou o seu remake de "Mulan" na sua plataforma Disney+ em setembro. "Soul", a última produção dos estúdios de animação da Pixar, será transmitida na mesma plataforma nos Estados Unidos no dia de Natal.

Deixa o teu comentário